domingo, 25 de outubro de 2009

Paixão...

quando te vi algo senti
o teu sorriso cobria todas as tristezas
e me alentava...era natural e amoroso


algo vinha de ti que eu gostava
mesmo sem te conhecer
e sem saber me desorientava


Não sabia o que dizer
para alem de olá
uma força estranha estava lá


que constantemente me atraía
sem nunca se justificar...
e vinha sempre em ti a pensar


expiravas quando eu inspirava
e os nossos olhares atrevidos
nos atrapalhavam...

era aborrecido...

n havia como o explicar
os nossos instintos irracionais
mas o que sinto é verdadeiro


é real...era paixão
desigual, era um momento
especial

um convite timido surge
controlado pela razão
eu esperava...


a ansiedade ia me tirando
a espontaneadade e algum ávontade
eras magnifica...


o instante que esperei
era ali e agora ambos queriamos
e eu me aproximei


dei-te a mão e livremente
e o bater do nosso coração
se acalmou quando um beijou ali nos soltou

onde o que sonhei
era melhor que o que imaginei

Autor:
Tiago Campos

Sem comentários:

Enviar um comentário